“Conversa Livre” leva informação e cultura aos internautas

Sarah Braga é a idealizadora o Conversas Livres
O projeto Conversa Livre é idealizado por Sarah Braga, estudante do último período de jornalismo
do UNINTA


O projeto Conversa Livre, que é  idealizado por Sarah Braga, estudante do último período de  jornalismo do Centro Universitário Inta (UNINTA), vem atraindo a atenção dos estudantes por trazer debates importantes para juventude. A idéia nasce após a percepção  que estava longe das salas de aulas e dos estúdios da universidade. Sarah viu nas redes sociais um bom espaço para produzir e reencontrar os amigos e amigas, foi aí que deu início de suas publicação através do instagram (@conversalivree). Em meio a pandemia, logo no início do mês de agosto, o Conversa Livre teve sua primeira postagem.

 

De acordo com Sarah Braga,  a idéia surgiu a partir de uma necessidade de comunicar, mesmo em meio aos tempos difíceis, visto que sempre foi muito envolvida em projetos do curso e não teria outra saída, a não ser de se adaptar as plataformas digitais. “Desde o início do curso busquei ter experiências nas mais diversas áreas da comunicação. Depois de ter vivenciado projetos de extensão, estágios, experiências de cunho cultural, quis continuar vivendo esse ritmo de produção, mesmo diante do contexto pandêmico, de isolamento social e das limitações que o COVID-19 provoca.” Conta Sarah. 

 

A iniciativa, além de ser um grande espaço de informação e cultura, também proporciona aos participantes um espaço de aprendizagem e crescimento dentro da profissão. “É uma experiência grandiosa, participar de um projeto incrível como este, um ambiente harmônico onde eu consigo me expressar abertamente, além de ser o local onde eu consegui driblar a vergonha de fazer conteúdo para internet”, comenta Gustavo Vieira, estudante do quarto período de jornalismo, que também atua no projeto. 

Composto por quadros, os conteúdos buscam atingir o máximo de pessoas interessadas pelos  assuntos abordados, sempre instigando o leitor a curiosidade. “As produções são bem plurais. Desde resenhas críticas até produções sobre assuntos mais específicos, como o quadro “Caso em Aberto”; produzido por uma acadêmica do Direito em que debatemos semanalmente um assunto. Temos um quadro de entrevista, em que o convidado levanta um assunto específico, como em nossa última publicação em que tratamos sobre sustentabilidade e veganismo”, destaca Sarah. 


Atualmente o projeto conta com a participação de outros 11 integrantes, 7 são alunos do curso, tendo também dentro do projeto alunos de outras IES dos cursos de Letras, Odontologia e Direito. Desde a sua criação, a iniciativa conta com mais de 30 produções, sendo 20 audiovisuais e com um alcance médio de 700 visualizações.

 

Para participar do @ConversaLivree basta entrar em contato pelo perfil no Instagram, ou pelo e-mail: [email protected], Os candidatos devem disponibilizar dados para cadastro, contatos e explicar por quais razões desejam fazer parte do projeto.

Confira a conversa com Sarah Braga na íntegra.

 

Thailane Morais
Estudante de Jornalismo UNINTA
Agência Júnior de Jornalismo