MONOGRAFIA DE EGRESSA DO JORNALISMO RECEBE CARTA DE AGRADECIMENTO DO PAPA FRANCISCO

O trabalho, enviado pela agora jornalista, egressa do UNINTA, chegou ao Vaticano que, por meio de uma carta, transmitiu seu agradecimento e a bênção do pontífice à autora.
O trabalho, enviado pela agora jornalista, egressa do UNINTA, chegou ao Vaticano que, por meio de uma carta, transmitiu seu agradecimento e a bênção do pontífice à autora.

A forma como a Igreja Católica usa as redes sociais para a evangelização, tendo o perfil do Twitter do Papa Francisco como objeto de pesquisa, foi o tema da monografia defendida pela então estudante do curso de Jornalismo do UNINTA, Dalila Lima, em 2017.

O que seria mais um trabalho de conclusão de curso, restrito à banca avaliadora, ganhou um novo capítulo após alcançar um leitor, em especial: o próprio Santo Padre. O trabalho, enviado pela agora jornalista, egressa do UNINTA, chegou ao Vaticano que, por meio de uma carta, transmitiu seu agradecimento e a bênção do pontífice à autora.

“O Santo Padre, tendo apreciado os sentimentos que motivaram a sua carta, confiou-me o encargo de vir exprimir o seu agradecimento e recordar a senhora Dalila aquilo que disse na mensagem do dia 30 de junho de 2020, para a Catholic Media Conference, promovida pela Associação de Imprensa Católica: Precisamos de meios de comunicação capazes de construir pontes, defender a vida e derrubar muros, visíveis e invisíveis que impeçam o diálogo sincero e a verdadeira comunicação entre pessoas e comunidades”, diz um trecho do documento.

A jornalista, de 28 anos, fala sobre a repercussão positiva do seu trabalho. “Estou muito feliz. Saber que meu trabalho está repercutindo e que outros pesquisadores estão querendo lê-lo me enche de gratidão. Usei o Papa Francisco no meu trabalho, por ele estar presente diariamente nas redes sociais evangelizando, passando sua mensagem. O Santo Padre é conhecido como o ‘Papa dos Likes’. Espero que esta monografia sirva de inspiração para muitos outros estudantes”, destaca.

O Coordenador do curso, Prof. Me. Thiago Mena B. Viana, ressalta a importância da produção acadêmica na graduação e parabeniza a egressa. “O trabalho da Dalila é inovador, quando ela consegue promover o encontro desses dois caminhos, o percurso religioso com a ciência. Isso é muito bom, é uma grande conquista. No curso de jornalismo do UNINTA, sempre orientamos e incentivamos os estudantes à produção acadêmica e também a escrita com temas que eles têm afinidade, e quando isso acontece, conseguimos notar os resultados positivos”, conclui.

SOBRE O CURSO

O Curso de Bacharelado em Jornalismo do UNINTA tem por objetivo formar profissionais generalistas, humanistas, críticos, éticos e competentes, para atuação na atividade jornalística, que desenvolvam a comunicação como prática social, utilizando-se da reflexão teórica, da criatividade, do espírito crítico e humanista dentro do seu contexto local. O curso é o único de graduação no estado do Ceará reconhecido com nota máxima pelo MEC.

Por  UNINTA