Reitor do UNINTA lança concurso que irá premiar estudantes de Jornalismo

Texto e Imagem: Assessoria de Comunicação Uninta

Na noite dessa terça-feira (16), o Magnífico Reitor do Centro Universitário Inta (UNINTA), Prof. Dr. Oscar Spíndola Rodrigues Junior reuniu os acadêmicos do curso de Jornalismo para lançar o “Prêmio UNINTA Edição Especial – Fontes para a História do Futebol em Sobral”, que irá premiar com 3 mil reais o estudante que conseguir provar, através de documentos, que o time de futebol Guarany Sporting Club foi fundado antes de 1938.

Durante o momento, o Magnífico Reitor, Prof. Dr. Oscar Rodrigues explicou que a iniciativa surgiu logo após ter recebido uma foto de Herbert Rocha, na qual consta o time no ano de 1919, ao contrário do que a história afirma, que o clube nasceu em 1938, somente 19 anos depois.

“A foto que recebi de Herbert Rocha me fez pensar que o Guarany e seus torcedores têm o direito de saber em que ano realmente foi fundado o clube, já que é patrimônio da cidade de Sobral, para podermos ter a certeza que a tradição de cuidar desta relação com o time vem de muito antes. Por isso, eu decidi desenvolver o prêmio”, colocou o Reitor.

Em sua fala, o Reitor menciona que tem boas expectativas em relação ao resultado do concurso. “Esse prêmio irá estimular os nossos estudantes do curso de jornalismo à pesquisa, além de enriquecer a história da sociedade sobralense, em especial os torcedores do Guarany, então, esperamos e acreditamos que eles encontrem algum documento que comprove o fato que o time foi fundado antes de 1938”.

De acordo com o coordenador do curso de Jornalismo, Prof. Me. Thiago Mena, “o prêmio é um destaque para o curso porque promove o perfil do jornalista que se faz cada vez mais necessário, que é o profissional com credibilidade, pois o ganhador terá que comprovar o fato com fontes seguras. Além de ganhar o prêmio em dinheiro, o estudante vencedor do concurso fará parte da história da cidade e terá essa experiência espetacular para enriquecer o currículo”, declarou.

O Prof. Me. Thiago Mena comentou também sobre os critérios que serão utilizados para a verificação das provas. “O edital foi redigido por três historiadores, por mim, pela Profa. Dra. Chrislene Carvalho e pela Profa. Ma. Juliana Linhares. Nós usaremos alguns critérios para avaliar as provas, por exemplo, no caso de fotografias, para ser validada é preciso que ela seja registrada dentro de um jornal, revista ou de arquivos históricos. Nós obedeceremos as normas historiográficas para considerar que algo é uma fonte”, explicou.

Segundo o Reitor do UNINTA, o prêmio contempla apenas o curso de Jornalismo da referida IES e contará apenas com uma colocação, os demais estudantes que conseguirem apresentar provas concretas serão premiados com 100 reais por documento.

Estiveram presentes no evento a Pró-Reitora de Educação Continuada, Profa. Ma. Eliza Angélica Rodrigues Ponte, o Pró-Reitor Executivo Institucional, Prof. Me. Daniel Rontgen Melo Rodrigues, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Profa. Dra. Chrislene Carvalho dos Santos Pereira Cavalcante, o coordenador Curso de Odontologia, Prof. Me. Arry Rocha de Oliveira Junior, e a coordenadora do curso de Licenciatura em História na modalidade a distância, Profa. Ma. Juliana Magalhães Linhares.

O edital será disponibilizado para consulta no site do UNINTA, em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *