Os cursos de Serviço Social, Jornalismo e a Pedagogia, desenvolveram um novo projeto de extensão, o Cine Juventude.

Com o objetivo de proporcionar aos jovens do ensino superior e do ensino médio uma experiência com o cinema, o Centro Universitário Inta (UNINTA), através dos cursos de Serviço Social, Jornalismo e a Pedagogia, desenvolveram um novo projeto de extensão, o Cine Juventude. Por meio de rodas de conversas reflexivas, o projeto busca intensificar a acessibilidade às produções cinematográficas e conectá-las ao cotidiano dos participantes. A estreia acontece no dia 26 de maio, com expectativas de  novos encontros ainda no semestre de 2021.2.

 

Na estreia do projeto, será apresentado “Hoje Eu Não Quero Voltar Sozinho”, premiado curta metragem de 2010, roteirizado e dirigido por Daniel Ribeiro. Em pouco mais de quinze minutos busca retratar a vida escolar e pessoal de um adolecente que almeja, como todos os outros garotos da sua idade, por identidade e autonomia. Leonardo, o protagonista, enfrenta ainda sua realidade particular como pessoa com deficiência, todo o bullying e o que sua condição acarreta. 

 

Segundo o Professor do curso de Jornalismo, Me. Augustiano Xavier, todos estão muito animados com o novo projeto e diz que o curso de Jornalismo integra a organização  do projeto em parceria com os cursos de Serviço social e Psicologia do Uninta.” Acreditamos que nosso curso terá importante continuação, uma vez que contamos com um número expressivo de alunos/as interessados nas discussões sobre cinema e debates relevantes”, afirma.

 

O estudante do curso de jornalismo Gabriel Araújo, conta suas expectativas como colaborador do projeto “Espero contribuir de forma significativa na produção de debates de temáticas das obras exibidas para assim desenvolver novos pensamentos para mim e para quem estiver presente.”. A iniciativa também será útil para suas pretensões profissionais: “Aceitei fazer parte pois dentro do âmbito profissional, tenho uma proximidade com cinema por conta do meu site, e por conta disso, quero expandir meu conhecimento a respeito da sétima arte.” agressenta. 

 

POR Lara Alves e Maria de Fatima Sousa Monte